Video Quest 40.0 – Berserk: Golden Age Arc I

Finalmente, um vídeo quest sobre Berserk!

Bom, no meu caso eu discordo de várias coisas sobre o que o Kitsune e o Urso falam, porém em alguns pontos eles estão certos e acho uma boa maneira de deixar uma crítica diferente da minha e da do Jonathan, para não ficar apenas no que nós dois achamos do filme.

Tenho minhas opiniões e vejo o filme de outro modo, que logo logo será debatido de uma forma bem legal, que creio que vocês irão gostar!

Por enquanto confiram a critica do Video Quest:

36 Comments

  • hunp, não me fação rir seus idiotas , eu concordo que o filme ta meio sem sentido sim mais quem conheçe o anime antigo sabe do q se trata eu gostei do filme sim e o segundo vai ser melhor ainda seus …..

  • Meteram a malha no filme…e o pior é que na maioria dos pontos citados, estão com a razão!
    Mas eu discordo a comparação entre o filme e o anime…eu considero o estilo de animação do antigo um lixo…então para mim é como se o filme, seguiu esse mesma direção…é um mal da série.
    Mas com certeza o mangá faz jus a isso, a arte de Miura é sem comparação e sem precedentes.

    • Ah sim, já ia me esquecendo…na minha opinião, o mais recente tema de Susumu Hirasawa, “Aria” sem dúvida desbanca o tema do anime antigo “Forces”…a trilha sonora toda em geral também foi muito bem composta (Blood and Guts – http://www.youtube.com/watch?v=UDx9eWwFkyI)
      Nostalgia ás vezes afeta os bom gosto dos fãs…

      • trilha sonora fico muito boa e blood and guts se destaca…num é uma qualquer, é um dos pontos que não concordo com eles

        estamos planejando fazer algo ai, uma participação especial(é tudo que posso falar no momento) lá eu vou falar tudo oq eu to achando e tal e como pra mim esse filme está funcionando, coisa que ninguém até agora parou para pensar…
        enfim é só aguardar

      • Desculpa Caio, mas vc já apresentou a sua opinião em algum lugar? É q eu não vi, e gostaria.

        A do Jonathan eu tbm não lembro de ter visto, tá em algum lugar?

      • não não…
        isso apenas foi discutido entre mim e o Jonathan
        iremos fazer ainda e como eu disse acima vai rolar uma participação nossa em relação ao filme com um grupo, posso garantir que em minha opinião pelo menos difere muito da do VQ e da grande maioria que fala que está ruim o filme

      • Ah, blz. Quando acontecer vcs postam aqui né? Vou aguardar então.

  • Cara, eu concordo com praticamente tudo que o Video Quest mostrou, vamos começar pelo fator que na minha opinião seria o mais importante, o desenrolar da história, meu… 1h e 15min é muito pouco tempo para tanto conteúdo, Berserk tem uma ótima trama e infelizmente não foi quase nada aproveitado neste primeiro arco, segundo, o que muitas pessoas tão criticando e realmente na minha opinião está fora de foque é em relação das CGs, com recursos tecnológicos que existem hoje, poderia ter dado um upgrade bem melhor, deixou muito a desejar, mas o que me deixa mais puto é em relação aos cortes e o resumo dos resumos que houve em relação ao passado de Guts, pra uma pessoa que conheceu Berserk através deste filme irá ficar uma coisa muito vaga, infelizmente… Vamos ver como isso irá terminar, espero que seja realmente compensado com o segundo e terceiro filme, pois o primeiro infelizmente…. na minha opinião não ofereceu tudo que Berserk tem a oferecer.

  • Infelizmente concordo com 90% do que foi falado no video quest. Não fiquei tão revoltado qto eles e no final achei que o filme valeu a pena, mas acredito que a minha parte fanboy é que seja a responsável por isso, pq se fosse pra ser mais frio eu tbm estaria meio puto xD
    Engraçado que mais uma vez comparam com Akira e eu acho a comparação boa…

    E estou no aguardo dessa surpresa aí de vcs, Caio =]

  • Infelizmente concordo com 90% do que foi falado no video quest. Não fiquei tão revoltado qto eles e no final achei que o filme valeu a pena, mas acredito que a minha parte fanboy seja a responsável por isso, pq se fosse pra analisar o filme mais friamente eu tbm ficaria meio puto xD
    Detalhe que ainda não tinha me dado conta e que foi colocado no video: Era de Ouro e cadê o resto do Bando do Falcão!?!?!?!?
    E mais uma vez fazem uma comparação com Akira e eu acho boa…

    Bom, ficarei no aguardo da surpresa aí, Caio =]

  • Aria dançante? Certeza?

    Akira, desconhecido e renegado?

    Vai ver o filme para ver sangue? Por favor né… Cortar é sim um problema, mas adicionar? Ou será q alguém aí não leu o mangá? A Era de Ouro é a parte mais dramática do mangá, ela estabelece base para a história, não é para ser sanguinária, violencia gratuita (aliás, em parte alguma o mangá é assim).

    Devagar? Com certeza não, o problema do filme é ser mto rápido.

    O passado do Guts só é “discutido” no mangá na cena com a Caska, após o retorno. Ou seja, não deveria estar nesse filme.

    O Guts não foi com a cara do Griffith de início, nunca ficou encantando por ele. Líder, figura paterna, luz no fim do túnel? Meu deus.

    A relação da Caska com o Guts só começa a ser mais pessoal, “importante”, a partir da última cena do filme. Eles não se davam, não foi apresentado nada profundo sobre eles até então.

    Guts ser inferior? Desisto.

    Essas duas pessoas podem critizar sobre a parte técnica, mas certeza não sobre a história.

    • Aria = tbm não concordo com o Urso, mas é a percepção dele da musica.

      Akira = na época, e NOS ESTADOS UNIDOS, sim: desconhecido e renegado. Foi o que abriu as portas por lá. Foi isso q ele quis dizer.

      Sangue = só quisemos dizer que, sim, tem muito sangue em Berserk (ou vai dizer q não é isso uma das coisas q o deixam famoso?), e que se vc quiser assistir SÓ POR ISSO é um direito seu, mas q não vai conseguir muita coisa nesse filme. E tbm, se vc prestar atenção no q dissemos, dissemos q Berserk não é só sangue.

      Devagar = minha percepção do filme é essa. é um filme chato, sem emoção. demora pra acabar, mesmo sendo curto.

      Passado = se eles incluíram o flashback naquele esquema q parece LSD, é bem possível q não apareça mais. e se não aparecer mais, o personagem perde força.

      O Gatts é sim encantado pelo Griffith. O cara é um exemplo. No momento em q ele diz q um amigo é alguém com um sonho, o Gatts sai do Bando e vai buscar algum sonho. Isso já diz muita coisa.

      A relação com a Casca não surge do nada. Nesse filme eles mal interagem. Quando surgir, vai parecer forçado no universo desses filmes.

      E naquele momento, no fim do filme, o Gatts SE SENTE inferior.

      • Aria – Ok.

        Akira – Para o mesmo efeito teríamos q ter um único filme, mais adaptado ainda. O que não era a intenção.

        Sangue – É a primeira impressão dada no mangá, no Arco do Black Swordsman. O filme é baseado na Era de Ouro, não tem esse tipo de violência. Claro q ninguém ia achar isso, pq não deveria ter.

        Devagar – Como? O filme corta tanta coisa q deixa a gente até sem ar, correndo para tentar entender. É claro q tem cenas mais tranquilas, até pq tem q ter equilíbrio.

        Passado – Ele é _discutido_ em outra momento. Iam modificar a história e tirar o foco do q era o assunto principal desse filme: Griffith e Guts.

        O Guts fica extremamente decepcionado com o Griffith nessa hora. Ele se dizia seu amigo, e na verdade, por causa do estilo de vida do Guts, não o considera realmente.

        A relação com a Caska até então era apenas de desentendimento, e isso ficou claro. Poderiam trabalhar mais, mas deu para entender até aí. O maior desenvolvimento é depois, e como disseram, vai ser o foco do próximo filme.

        Acredito que ele se sente traído/enganado. Até pq, depois de um ano, ele é ainda o mesmo, tem a mesma “vida”, e acredita estar “certo”.

        Leonardo, eu respeito sua conclusão, só q pra mim vcs esperavam da adaptação algumas coisas q não deveriam ter. Nos outros pontos, eu discordo apenas por opinião mesmo, como a velocidade do filme. No fim, eu concordo com vc, não está bom o filme, mal adaptado, pontos técnicos ruins.

      • Acho que dois importantíssimo detalhes foram omitido e que está gerando toda essa discussão sobre o relacionamento da Caska, Guts e Griffin. A primeira é a primeira batalha de Guts com o bando de falcão no ataque noturno. Lá mostra a capacidade tática do Griffin, do pq escolher o Guts. E o segunda cena que tinha que ter era a Caska impedindo o Guts de se encontrar com o Griffin depois da luta conra o Zodd e colocando a toda a culpa pelo incidente no Guts. Tal cena reforça todo o atrito que existe entre os dois, mas ao mesmo tempo mostra o amor que ambos tinham por Griffin.

        O passado de Guts teria sido muito foda de incluir, mas antes mesmo do filme já tinha mínima esperança disso acontecer. Em termos de narrativa é até menos importante que as duas cenas acima que eu citei. Outro personagem importante para a segunda parte do flme com as tramas políticas funcionarem era o ministro que foi sumariamente cortado.

        O filme todo é tão corrido, que concordo que no final já tava maçante porque não fazia mais sentido algum.

  • Velho na boa ta certo q quem não conhece pode até ficar meio perdido com o movie, mas quem conhece e falar q ta ruim tenho dó né! esses kras só falaram merda na minha opnião!

    • Nah, eu acho q o filme em si não é bom, não. Poderia ser mto melhor na questão de narrativa, fluir melhor, mostrar mais para aprofundar melhor no psicológico dos personagens (tanto o trio, como os outros Falcões), pq é essencial que as pessoas entendam o relacionamento dos membros do Bando, para que mais tarde o filme faça realmente sentido.

      O que me incomodou nesse vídeo são os comentários dos dois sobre a adaptação. Falam bastante coisa errada, devem ter lido o mangá uma única vez, há algum tempo, e interpretado mal mtas partes. E tbm o monte de comentário sem base, como a questão do dinheiro e público.

      E outra coisa, tudo bem q tem mta cena faltando, mas tem MTA gente reclamando q cena X e Y não apareceram, quando elas nem deveriam, pq não são dos volumes de onde esse primeiro filme foi baseado. Reclamações sobre a falta do Adon e da pouca “contribuição” da Caska. Sendo que isso só acontece depois… Agora, coisas como a infância; o final do sonho do Guts, quando ele está sendo aquecido pela Caska; a primeira batalha dele no Bando e etc. são sim coisas importantes que ficaram de fora.

      O CG não é perfeito, concordo, falta sombreamento e textura nele em praticamente todos os personagens secundários. Mas CG é uma coisa, direção é outra. Eu achei a direção das cenas mesmo mto boa, apesar da transição de uma para outra faltar harmonia.

      A verdade é que o filme agrada nós que somos fãs, e principalmente os que fazem questão de ter uma animação. Mas poderia e deveria ser mto melhor.

      OK, chega, haha

      • Esse Filme para min foi um Review nada +
        por calsa do conteudo ja foi dado, filme pelo
        que sei tem que ser algo novo, mas se derem
        continuidade a serie ae sim valke apena acompanhar
        pois mangá ta loko

      • É um filme adaptando o mangá, não vai haver nenhum conteúdo “novo” em nenhum filme futuro.

      • Giovanna, vc falou, falou e falou e no final acabou não ficando totalmente contra o que foi dito no VQ, pq tudo que vc citou como ponto negativo foi citado no vídeo xD

        Bom, já mandei esse comentário duas vezes e não foi, vamos ver se vai agora –‘

        Infelizmente concordo com 90% do que foi falado no video quest. Não fiquei tão revoltado qto eles e no final achei que o filme valeu a pena, mas acredito que a minha parte fanboy seja a responsável por isso, pq se fosse pra analisar o filme mais friamente eu tbm ficaria meio puto xD
        Detalhe que ainda não tinha me dado conta e que foi colocado no video: Era de Ouro e cadê o resto do Bando do Falcão!?!?!?!?
        E mais uma vez fazem uma comparação com Akira e eu acho boa…

        Bom, ficarei no aguardo da surpresa aí, Caio =]

      • Pois é, leia de novo e perceba q meu problema com o vídeo é a conclusão sobre a adaptação. E não tenho intenção nenhuma em ir contra nada.

      • Não quis dizer que vc estivesse contra no sentido “terrorista” da palavra, e sim que vc demonstrou não concordar com o vídeo no geral, portando estava contra a opinião apresentada nele. Mas vc está certa, realmente vc só não concorda com a parte que fala da adaptação, eu tinha entendido errado =]

      • Sobre a história, realmente, não falta quase nada (por incrível que pareça). Se analisarmos o mangá, as partes que foram cortadas, além do resumo da infância de Guts, consistem na primeira luta de Guts com o bando do falcão (que ele segura a retaguarda), a cena do pessoal comemorando a vitória, Griffith e Guts jogando água um no outro e a cena do ministro conversando com o General Yurius. É basicamente isso, então considerando que pode-se tranquilamente inserir o resumo da infância do Guts em outro filme, na questão da história o filme não deixa tanto a desejar. Ainda sim, os personagens ficaram vazios, devendo-se isso a um enredo confuso e rápido e outros pontos já mencionados.

  • Deixarei uma opinião um pouco diferente, uma vez que, quanto à Era de Ouro, não li o manga, somente assisti o anime. Então deixo claro que as comparações se darão neste sentido.
    Quando entrei em contato com Berserk pela primeira vez fiquei surpreso. Nunca tinha assistido um anime que desde o primeiro episódio conseguia lhe submergir em uma atmosfera ao mesmo tempo real e sobrenatural. Real pois não havia poderes mágicos ou lutas de destruir o mundo, mas apenas um homem tentando sobreviver em sua época. Sobrenatural pois percebíamos que havia algo por trás de toda a trama, alguma coisa que levaria toda a história àquela primeira cena, com Guts sendo atormentado por demônios.
    Tudo naquele anime, à medida que ia acontecendo, passava uma mensagem de perseverança e vitória, na qual Griffith e Guts davam o melhor de si em qualquer batalha, não importando as dificuldades: Um como o estrategista e líder; já o outro como uma espada amiga e brutal. Griffith sempre pareceu humano e comum, além de preocupado com seus principais companheiros, na batalha por levar o bando do falcão ao posto mais alto dos cavaleiros.
    A trama, que apresentava os mais diversos personagens, era envolvente. A ambientação, com trilhas sonoras e estilo sombrios, permeavam a obra. Era possível identificar o toque e a alma do autor naquele trabalho, e isso chamei de arte.
    Com o final do anime, no episódio 25, e todo o desenrolar do enredo, mostrando a realidade de Griffith, senti que havia assistido um dos melhores trabalhos que haveria de ver em toda minha vida.
    Quanto ao novo filme? Não percebi nele nenhum dos pontos mencionados acima. Me pareceu que tiraram a alma do Berserk, cuspindo um filme puramente comercial, que portanto, não me interessa.

  • Observações pertinentes, essas, expostas nesse video. Concordo em pleno com o teor delas. Realmente, a vontade de investir num filme, com bom material literário de base – o mangá – , a existência e experiência da série animada (o meu primeiro contacto com Berserk, que fez com que rapidamente saltasse para o mangá, pela revolta do seu término…), é de um resultado decepcionante. O filme seria uma forma de explorar aspectos não apresentados na série animada, dando corpo a uma narrativa riquíssima e complexa como é no mangá. Não há um fio condutor claro no filme, o enredo é pobre desestruturado, o que também aniquila o potencial dos personagens. As motivações para se gostar de “Berserk” são várias. No meu caso, não é pela violência, pela percentagem de sangue que ocorre, não é por ser trágica, não é por mera imagem, se bem que, neste ponto o desenho no mangá é de um virtuosismo espantoso. Mas a imagem, no filme nem sequer abona a favor do mesmo. Seria de se esperar algo mais, no mínimo “encantador”, no trato da fisionomia dos personagens, tendo em conta as referência já dadas no mangá e anime. Especificamente, o Griffith é a maior decepção: parece-me desprovido da força expressiva facial já conhecida, as suas diferenças subtis do ser enigmático, glorioso, persuasivo, carismático, amável, cortês, etc., do lado mais tenebroso ao mais radioso. Acrescento até, que está demasiado “afeminado”. Griffith é belo sim, cativante mas, marcante. É discutível…mas o pior é a densidade arrancada deliberadamente a Griffith, As suas palavras, discursos e diálogos com os demais personagens são algo de marcante e fascinante. Griffith que pode ser algo como um ser mitológico (se bem que toda a narrativa é mitológica e já agora com enfoques religiosos), aparece meio diluído. Berserk que é tão rico na construção das relações entre personagens, no filme perde-se isso tudo. É de prever então que os filmes seguintes sejam assim também, o que é lamentável. Terminando, Berserk vale pela narrativa confeccionada com a habilidade de um bom alfaiate, são poucos os personagens tão bem construídos, extremamente humanos: nas suas fraquezas e fortes nas suas convicções. Berserk explora as misérias humanas, a decadência, com muita fantasia à mistura, em contexto medieval, muito apropriado e o estilo épico que reforça bem.

    • Concordo.
      Eu acredito que tenha muita gente meio que cego por ser muito fã da obra (e sim, eu sou MUITO fã de Berserk), mas não tem pra onde correr: o filme “passou” pq estávamos muito ansiosos por ele, sabemos de todo o esforço empreendido, etc, entretanto, analisando mais subjetivamente, ele deixou a desejar…

  • tbm comcordo esse filme foi um review para aqueles que conhecem a histira eu pensso assim ae quem ja conhece ja sabe de tudo sobre gatts e tudo na minha opinião o filme foi bom
    fica besta tbm batalhas a toda hora orr wlw flw

  • Infelizmente estão certos, esses caras dão uma forcada de barra mais em vários aspectos estão certos

  • Perdão, não fui claro o bastante…quis dizer que o review foi fraco por não mencionar pontos como animação etc.
    Ainda estou no aguardo do review do animenews…

  • Vcs Tem que Agradecer seus HIPÓCRITAS!!!!!!!!!!!

    A 5ANOS ATRAIZ NEM SE QUER EXISTIA UMA FAISCA! DE CONTINUAÇÃO DE BERSERK!!!

    FILME BOM OU RUIM NÃO IMPORTA!! BEM FEITO!!??? MÁL FEITO!!!?? NÃO IMPORTA..!!

    A UM TEMPO ATRAIZ BERSERK ERA UM MANGA…Q SAI A CADA 4 MESES OU 6 MESES!! NEM SE KER UMA LUZ DE CONTINUAÇÃO…..!!

    A G R A D E Ç A M !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! É O QUE TEM PRA HOJE !!!!!!!!!!!!!!!!

    • Vish.

      Acho q vc não deve saber, mas pra mta gente (e vou arriscar: a maioria) o que importa mesmo é o mangá.

      Aliás, não está parado, nunca esteve. Daqui uns dias mesmo saí outro capítulo. E não ERA, É. O autor da história é um mangaká, o formato é mangá. O animê é apenas um adicional.

Deixe uma resposta