“SOBRE CÃES E SINOS”: Discutindo o Teaser!

Com a proximidade da conclusão da trilogia de longa-metragens que adaptam a “Golden Age” e com o início do período de pós-produção da parte III, vamos discutir um pouco sobre o teaser, as primeiras impressões, conteúdo, processo adaptativo, enfim, tudo aquilo relacionado ao curto, porém denso, teaser liberado!

O teaser, como era de se esperar, deu ênfase ao “clímax” de horror e drama que encerra o arco da era de ouro, o eclipse.

Entretanto, apesar de certos pontos-chave da trama estarem confirmados, existem outros que ainda são incertos e sua verdadeira natureza no longa ainda é obscura e fugidia demais para se arriscar um palpite.

Todavia, faremos um “paralelo” entre os eventos mencionados e as chances, tanto positivas quanto negativas, de tais cenas estarem na versão final do longa.

Quebrando a tradição e iniciando pelo prato principal, a polêmica do 3º filme: WyaldApóstolo e comandante do “exército” exilado de Midland, “Os Cães Negros.

Quem é Wyald?

Wyald, antes de mais nada, era um prisioneiro, cativo em Wyndham. O motivo pelo qual se encontrava cativo (como também o motivo pelo qual permaneceu preso, visto que poderia ter escapado facilmente) é um mistério.

Durante a guerra de cem anos, o rei propôs a anistia a todos os prisioneiros que, capazes de empunhar uma espada, aderissem de “boa fé” ao exército de Midland durante a guerra, deste modo aumentando o contingente militar sem maiores esforços.

Dentre os prisioneiros, um deles se destacou e conquistou o título de “líder“, através de combate singular…

E então, finalmente chegamos ao ponto a ser discutido: A presença de Wyald pode ser confirmada, através das imagens abaixo:

Devo dizer que, desde que o teaser foi divulgado, a presença desta torre “misteriosa” me deixou no mínimo curioso, visto que não consegui identificar prontamente a qual evento ela pertence. Mas depois de ponderar a respeito cheguei a uma conclusão na qual temos dois caminhos plausíveis:

  • A torre pertence ao “arco” do qual Wyald é parte integrante (irei me aprofundar nele posteriormente);
  • Ou se trata de uma inclusão, ou liberdade criativa, que em minha opinião é uma “expansão” da própria Wyndham, que pode ser incluída durante o surto psicótico de Griffith, onde presente e passado se encontram e se despedem tão vivamente.

Independente da verdadeira natureza desta cena específica irei agora apresentar os indícios que fazem acreditar que Wyald realmente está inserido no longa:

Dentre todas as incertezas, um coisa é certa: Esta torre definitivamente faz parte de um “flash-back“!

Até o presente momento tivemos algumas cenas “retrospectivas” nos longas. E o que elas tinham em comum?

A maneira como estas passagens foram animadas…Vamos dar uma olhada:

Bem, com o auxílio destas imagens, podemos constatar que o Studio 4°C decidiu adotar uma “percepção artística” única para retratar os lapsos temporais no longa, sendo isto a base em que sustento o primeiro alicerce de minha tese: “Estamos diante de um evento que se diferencia do fluxo cronológico da estória principal, em outras palavras, um flashback!”

Tendo isso em mente, nossa “torre misteriosa” se torna um marco sangrento para a construção da personagem Wyald e consequente ponto de partida para sua atuação na trama!

Claro que temos algumas alterações visíveis no “design” da torre*. Possivelmente mais um artifício do Studio 4°C na tentativa de alcançar um grau de realismo e imersão maiores, visto que várias locações e passagens do longa foram inspiradas e baseadas em locações reais de castelos, utilizando como fundamento, por exemplo, a arquitetura medieval. Desse modo, o longa conta não só com o mangá como referência direta, mas também com diversas localidades oriundas de pesquisas acerca da Europa medieval por parte da staff. Temos ainda a adição de um sino, que pode atuar como um “potencializador” macabro, complementando o nível de horror e espanto da cena! Eu, pessoalmente, penso que o toque do sino acontecendo simultaneamente ao “empalamento” seria “sublime”!

*A imagem do teaser encontra-se com alto nível de brilho e efeitos que dificultam a elucidação completa, mas através de uma edição leve é possível constatar que o “pequeno detalhe” responsável por toda a cena está presente!

Até o presente momento esse é o máximo que podemos supor em relação a Wyald, tendo em vista o pouco material liberado para subsequente análise. Mas, tomando o mangá como base, por que Wyald é tão importante?

  • Wyald representa o aspecto “sombrio” do ato de reinar. Em uma época de desespero e guerra, o rei se viu obrigado a tomar medidas igualmente desesperadoras, confiando em “homens” de conduta duvidosa e ambígua:
  • Os cães Negros” são um grupo de “soldados” juramentados à Midland e apesar disso estavam exilados, o que remonta a uma conduta no mínimo curiosa quando buscamos entender um pouco do sistema burocrático empregado na administração de Wyndham, bem como de toda Midland;
  • Wyald é responsável por desencadear uma das cenas mais icônicas de todo o arco, a “revelação de Griffith“. Após o resgate de Griffith, o bando do falcão, com exceção dos membros que participaram da missão de resgate, desconheciam a real “condição” de seu líder e, embora a presença dele tenha sido ocultada e o grupo estivesse passando por um momento delicado, todos já se davam ao luxo de continuar alimentando o “sonho”, o sonho de retornar ao “bando do falcão” de outrora. Entretanto, o âmago do bando e sua essência foram quebrados por Wyald, que revelou a todos a real situação de Griffith e o que isso significava… que era hora de deixar os sonhos para trás e seguir outro caminho, o caminho que não fosse o da espada…

Eu, pessoalmente, não concordo com a “simplificação” desta cena, tal como foi feita no anime para TV, pois, além de ser um momento decisivo e o ponto de partida para o que estava por vir, esta É uma cena simbólica. Berserk é cheio de cenas “simbólicas”, como a descrita acima, que é simbólica não só por representar a queda do grupo de mercenários liderados por Griffith, mas também pela maneira como aconteceu: brutal e visceral, onde não há meias palavras para a verdade e inevitavelmente, mesmo que não queiramos aceitar, algumas vezes o fim significa mesmo o fim, sem chances de volta, nunca mais…

  • Assim como Zodd, Wyald representa um dos aspectos “sobrenaturais” da trama, que começam a despertar no final do arco da Era de Ouro para tomar forma e definirem a série nos arcos seguintes;
  • Além disso, é claro, Wyald figura umas das lutas mais eletrizantes e empolgantes de toda a era de ouro! #Diversão & Excitação!

Guts Vs. Wyald” prévia ~ Mangá.

Bom, e agora, o que esperar do eclipse?!

O eclipse, sem dúvida, é uma das cenas mais aguardadas pelos fãs e também uma das passagens que mais geram discussões, e desta vez não foi diferente! A nova ótica empregada pelo Studio 4°C para dar vida a um dos pontos-chaves da trama já deu muito o que falar, mesmo com apenas poucos segundos de material liberados, haja especulação!

A grande questão é que o anime de 97, mesmo que indiretamente, estabeleceu uma infinidade de elementos que foram assimilados pela nossa própria maneira de ver e compreender Berserk, e um dos grandes exemplos dessa “influência” é o ritual de sacrifício, O ECLIPSE!

Um dos pontos “curiosos” da nova versão do eclipse é a alternância de cores no cenário. Diferentemente do anime para TV, que estabeleceu um eclipse todo em escarlate, carregado de tons pesados e sombrios, o eclipse do longa aparenta retratar um evento muito mais surreal e psicodélico. Ao que tudo indica a coloração do cenário do eclipse apenas se torna vermelha quando, de fato, ocorre o “sacrifício”. A introdução ao evento, bem como a apresentação dos God Hands, ocorrem em paralelo a um cenário que mistura tons escuros de azul e roxo. Além disso, o efeito do estigma ficou muito mais estilizado, dando aquele visual “cool” ao evento!

Outra passagem que merece atenção, aproveitando a deixa do “trailer internacional“, é a “transformação de Griffith“, que resulta no nascimento do alter-ego “Femto“! De fato, todo o potencial dessa nova animação parece ter sido empregado no terceiro longa!!!

PENAS!? ALGO ME DIZ QUE A INTRODUÇÃO DE SLAN EM SUA FORMA COLOSSAL SERÁ INCRÍVEL!

E também tivemos “participações especiais” que dispensam comentários:

No mais, esses são os “pontos principais” de minha abordagem, claro que, se fosse possível, poderia me estender por mais 10 km de post, mas acho que já me estendi o suficiente! Espero que a leitura não tenha ficado demasiadamente cansativa, fiquem de olho nas novidades e comentem! o/

Berserk – The Golden Age Arc III: Descent tem data marcada para 1º de Fevereiro de 2013!

Berserk – The Golden Age Arc III: Descent ~ TEASER

Berserk – The Golden Age Arc ~ Trailer Internacional [Trailer da Trilogia]

9 Comments

  • Parabéns Jonathan, sublime foi ficar todo arrepiado lendo isso, ótima percepção em relação a torre. A questão do Wyald, se faltar poderia ser compensada em um filme só disso, ja nos arco pós era de ouro, voltando para essa história esquecida na juventude de Gatts. Parabéns novamente.

  • So espero que, com os recursos técnicos que dispõe hoje eles façam a parte do eclipse o mais fiel possível a do manga (vide detalhamento dos monstros e talz).

    Pois essa parte no anime foi broxante!!! Monstros, ambientes, clima,… Tudo muito mal feito!

  • Gostei da análise, muito boa.
    Mas acho que eles não irão colocar o Wyald.
    Primeiro porque já suprimiram ele do anime, e isso se mostrou “eficiente”.
    E segundo que nenhum trailer dá pista clara sobre ele. Se você notar, tanto o trailer do primeiro filme como o trailer do segundo deixam claro as principais partes do filme (ex. zodd, bazu so, luta contra 100 homens), e no ultimo trailer que acaba de sair, só temos pistas sobre o sacrifício.

    Gostaria muito que tivesse a parte do Wyald também, e ficarei triste se não tiver.
    Será que com 1h e 47 min eles conseguirão colocar?

    abraços!

  • Também estou na torcida para que Wyald esteja nesse longa, mas preciso desabafar uma coisa: vejo muitos aqui criticando o anime porque esse personagem não estava presente. Na época o mangá não era muito conhecido, pelo menos fora do Japão. Eu creio que Wyald ficou de fora da versão anime porque tiraria parte do impacto que seria o início do eclipse. No anime, do inicio até o eclipse, a única coisa fora do comum que tinha aparecido até então era Zodd. Quando surgiu o eclipse, com demônios, cenário escarlate, e a idéia de que todos estavam num tipo de “inferno sobrenatural”, o impacto foi devastador. Quem leu o manga e depois assistiu o anime ficou decepcionado com a ausência de Wyald, mas quem assistiu o anime antes de ler mangá, como eu, ficou chocado com a mudança repentina da realidade comum para o surreal. Acredito que os produtores fizeram assim de propósito. Já assisti muitos animes sangrentos e com finais pertubadores, mas confesso que Berserk me deixou com pesadelos, justamente pelos fatos ocorridos que mencionei, e hoje é minha série preferida. Então, apesar do anime não ser fiel ao mangá, não deixa de ser importante e é sim uma obra de arte, tanto na narrativa quanto na qualidade das animações, que por sinal são duramente criticadas aqui, mas muitos esquecem de que o anime é de 1997 e para a época tinha ótimos quadros de animação.

  • Considerando o massacre que Wyald e seu bando cometem no mangá, é pouco provável que apareça no anime. Se bem que ver tudo aquilo em animação com o corpo daquela menina como estandarte seria interessante.

  • Se essa conclusão sua for verdade !! cara ! vai ser Muito + fudido! do que eu imaginei esse 3 filme!!! skull + Zodd +Wyald !! vai ser Muito bom! espero que vc esteja certo!

  • Não esqueçam que wyald foi o primeiro apostolo que o nosso querido Gatts matou (ou quase). Pra mim ele é importante sim

Deixe uma resposta